Sucesso Acadêmico: a Trajetória de João Pedro Seefeldt

Tempo de leitura: 6 minutos

Todos gostamos de uma boa história. Hoje, contaremos a do João Pedro Seefeldt, egresso da FADISMA, que recentemente tornou-se mestre em Direito pela Universidade de León (ULE), da Espanha, na linha de pesquisa em Cibersegurança e Ambiente Digital.

Em julho do ano passado, conversamos com ele sobre a aprovação no Programa de Segurança Cibernética, ministrado pela ULE, em uma parceria com o Instituto Nacional de Cibersegurança da Espanha e a Fundação Carolina, instituição que fomenta a pesquisa na Europa através de bolsas de mestrado e doutorado.

Na época, João Pedro já colhia os frutos de uma trajetória acadêmica sólida – estava em vias de concluir o Mestrado no Programa de Pós-Graduação em Direito da Universidade Federal de Santa Maria, com o tema “Direitos Emergentes da Sociedade Global”. Hoje, pode dizer com orgulho que é mestre por duas renomadas Instituições de Ensino Superior.

Trajetória: um passo de cada vez

O ingresso na FADISMA e no curso de Direito aconteceu em 2011, através do vestibular. Logo de cara, João Pedro procurou complementar sua formação com outras atividades.

A primeira foi a monitoria: inscreveu-se para ocupar a vaga de monitor na disciplina de História do Direito, ministrada à época pela professora Carolina Suptitz, já no primeiro ano da graduação.

Em 2013, a monitoria novamente figura no currículo de Seefeldt – agora na disciplina de Direito Penal I, com a professora Débora Dias.

A área criminal, aliás, colocou-se como a primeira opção na área da pesquisa científica, com o grupo Faces da Criminologia, gerido pelo professor Bruno Seligmann de Menezes, naquele mesmo ano.

O ano de 2013 ainda data o ingresso de João Pedro no Núcleo de Estudos em Webcidadania, o NEW, para trabalhar no projeto de pesquisa e extensão intitulado “Dos direitos fundamentais às políticas públicas: a saúde, seu contexto e situação local”.

João Pedro durante exposição do projeto na Câmara de Vereadores de Santa Maria

A trajetória no NEW seguiu até o ano de 2016, quando foi aluno sênior do grupo. Nesta função, prestava suporte aos demais membros através de revisões esporádicas de planejamento, otimização de processos, entre outras atividades.

Segundo a coordenadora do NEW, prof. Liana Merladete, dedicação e organização são palavras que definem a passagem de João pelo projeto.

“Ele era um acadêmico muito ligado aos editais, projetos e oportunidades. Tinha um grande ponto forte no processo de organização, no orientar os demais e a execução das tarefas em que era alocado. Além disso, o João possuía uma veia criativa que facilitava o processo de explanação para os participantes e demais pessoas envolvidas com o NEW.”

O gosto pela pesquisa levou João para o Núcleo de Segurança Cidadã, onde atuou como pesquisador junto ao professor Eduardo Pazinato, coordenador do NUSEC, no ano de 2015.

“O João Pedro foi pesquisador do NUSEC no período em que implantamos o Observatório da Segurança Cidadã de Novo Hamburgo. Ele participou ativamente da realização da pesquisa deste Observatório. Demonstrou desprendimento, foco, determinação e compromisso com o rigor metodológico e científico. Além de ter participado da coleta dos dados, contribuiu com a sua análise e com a publicação de um artigo no livro organizado por mim e pela Aline Kerber, então consultora da instituição. Só tenho boas recordações dele”, relembra Pazinato.

Visita junto ao NUSEC em Novo Hamburgo – RS

Naquele mesmo ano, Seefeldt atuou como estagiário da FADISMA, para custear seu intercâmbio para Lima, no Peru. Junto corpo operacional da Instituição, atuou na Gerência de Projetos e junto às demais coordenações administrativas e de núcleos.

Com um currículo recheado de experiências de pesquisa, extensão e estágio, não haveria outro caminho senão o da conquista: aprovação no mestrado da UFSM e pouco mais de um ano depois, aprovação no mestrado da ULE.

Não bastassem as experiências citadas acima, veja mais alguns pontos que marcaram a trajetória acadêmica de João Pedro:

Mestre duas vezes

Após a aprovação no processo seletivo do Programa de Mestrado em Segurança Cibernética, João Pedro mudou completamente sua vida. A primeira mudança foi de idioma.

“A província de Castilla y León é uma das que faz o uso mais correto do espanhol em todo o país. Isso vale para todos os contextos, desde expor algo em sala de aula, escrever, no contato com os espanhóis. Tive que estudar bastante o idioma em paralelo ao mestrado.”

A vida acadêmica, por sua vez, também contou com mudanças. A abordagem do curso é muito diferente àquela vivida no Brasil, durante o mestrado na Universidade Federal de Santa Maria.

“Esse mestrado é híbrido, digamos. Ele possui muito conteúdo técnico, mesclado com o teórico, pois é aberto a profissionais da informática, da engenharia de dados e aos juristas. O curso conta com muita prática, mais do que teoria. Também a parte escrita fica reservada para o final, não há tantos papers e artigos como na academia brasileira.”

Mesmo com desafios, João Pedro afirma que os pontos positivos superam (em muito!) os negativos.

“Morar fora do país tem pontos positivos e negativos, como qualquer experiência. Primeiro de tudo vem uma autonomia, que requer toda uma adaptação: gerir a própria casa, pagar as contas, cozinhar – isso te faz crescer muito como pessoa. É difícil ficar longe da família, principalmente em datas como aniversários, Natal, fim de ano. Porém, todo o amadurecimento que estou tendo aqui, além da oportunidade de conhecer outros países, fazer amigos de diferentes lugares, possuir um título internacional, é muito especial.”

No vídeo abaixo, Seefeldt aponta outros detalhes sobre a vida em León e sua pesquisa.

Fique atento às oportunidades

O Núcleo de Estudos em Direito Internacional conta com editais ofertados anualmente, de cursos de curta e longa duração, para diversos destinos.

Recentemente, acadêmicas da Universidade Católica da Argentina (UCA) estiveram na FADISMA para a última edição do curso sobre Novas Tecnologias Aplicadas ao Direito.

Em breve, será aberto edital para o Curso Internacional de Longa Duração junto a Universidade de León, a mesma que acolheu o João Pedro!

Até Mais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *